é aqui que eu deixo fluir a imaginação

Destinados - 2014

De dia, meu sonho era ser normal. De noite, meu sonho era o destino.

O meu destino.

Se já não bastasse a confusão que a vida nos trás, eu ainda nasci diferente de todos. Era quase irônico o quanto ela zombava de mim, oferecendo-me aos trapos informações das quais nem gostaria de saber. Eram informações valiosas - mortes, discussões, paixões. Mas ninguém em sã consciência gostaria de viver em um mundo cujos mistérios já houveram sido revelados.

Tenho esse dom. São os sinais que o dia a dia me traz que me revelam as charadas que, aos ordinários, a vida prega. A pior delas ainda espero, quieta - o instante em que o amor me tirará a própria vida. Fora em sonho que eu descobri.

Assim que eu o beijo, eu morro.

E eu já mal posso esperar para conhecê-lo.

Noites de inverno - 2012

E se você fosse um dos únicos diferentes em um mundo onde todos têm a mesma aparência e a mesma personalidade? Onde todos possuem - independentemente da estatura, da origem ou do tom de pele - os cabelos loiros, os olhos azuis, o comportamento frio e as atitudes egocêntricas? Após a Terceira Guerra Mundial, em 2018, a humanidade se uniu em uma nação, Imperia, e estranhamente perdeu sua originalidade. Poucas eram as exceções; aqueles que sabiam sentir, que se destacavam, que se emocionavam. E, por serem poucos, eles eram desprezados.

O que é uma pena para Isabela, que é ruiva dos olhos verdes.

Não se sabe ao certo o porquê - seus pais são normais, seus parentes são normais. E ela nunca viveu em uma sociedade diferente; desde que nasceu, todos sempre agiram da mesma maneira e tiveram a mesma aparência. Essa talvez tenha sido a razão pela qual Isa nunca desconfiou do padrão que desfilava pelas ruas, que era evidente tanto no aspecto físico quanto no psicológico do povo.

Mas algo faz com que ela questione, enfim, sua originalidade: uma segunda personalidade começa a tomar conta de parte de suas ações. Em certos momentos, ela age como todos - é insensível e imponente - e demonstra interesse por Lucas, um de seus melhores amigos; em outros, ela se mostra exatamente contrária a tais princípios, permitindo-se levar pelas emoções e pela paixão que resguarda por Gabriel, a quem conhece desde pequena. Isabela, a partir dai, passa a questionar a ordem de toda a sociedade que a circunda, e acaba por se deparar com um mistério maior do que imaginava.

Mas, como tomar uma atitude sensata a respeito dessa nova descoberta quando ninguém, nem a sua própria mente, são confiáveis?

por Malu Cotta, no fabuloso ano de 2016

para contato, clique aqui